Comissão atribui quase 330 milhões de euros em subvenções à investigação para investigadores pós-doutorandos e programas de formação inovadores

Categoria: Notícias,Uncategorized

Como será a próxima geração de células solares? Qual é a forma mais eficaz para os municípios gerirem as cheias? Estes são apenas dois dos desafios que serão abordados pelas Bolsas Individuais Marie Skłodowska-Curie que foram anunciadas hoje pela Comissão Europeia. Na sequência do convite à apresentação de propostas de financiamento à investigação pós-doutoramento, em 2017, das Ações Marie Skłodowska-Curie, a Comissão atribui bolsas no valor total de 248,7 milhões de euros a 1 348 investigadores com o maior potencial de impacto na sociedade e na economia. O financiamento atribuído aos investigadores, que faz parte do Programa Horizonte 2020 da UE para a Investigação e a Inovação, representa um aumento de 30 milhões de euros em comparação com o convite anterior. No âmbito de outra vertente, as Ações Marie Skłodowska-Curie para o Cofinanciamento de programas regionais, nacionais e internacionais, a Comissão anunciou que oito programas de formação investigativa para doutorandos e 13 programas pós-doutoramento de qualidade excecional — de nove Estados-Membros da UE e três países associados — receberão cofinanciamento das Ações Marie Skłodowska-Curie, no valor de 80 milhões de euros ao longo de um período de cinco anos.

Mais informações neste sítio Web